Colesterol E Dieta Low Carb: Cinco Questões E Respostas

Colesterol E Dieta Low Carb: 5 Dúvidas E Respostas


Primeiro, um aviso muito relevante: eu não sou profissional de saúde, desse modo nada do que eu irei cuidar nesse lugar substitui a direção do seu médico, ok? Apesar disso sou curiosa, apaixonada pelo cenário e trago nessa postagem todas as pesquisas científicas acessíveis sobre isto. Cadastre-se para receber GRÁTIS um ebook com Dicas e Receitas para um Café da Manhã Low Carb que emagrece e alimenta!


Obrigada por se cadastrar! Tenho colesterol alto, posso fazer essa dieta? Essa dieta libera o consumo de gordura saturada, não vai ampliar meu colesterol? Resumindo, o Sr. Keys conduziu um estudo de correlação entre ingestão de gordura saturada versus incidência de doenças cardíacas em vinte e dois países. Na hora de escrever seus achados Mr Keys, muito espertamente, deixou no estudo apenas alguns poucos países que poderiam corroborar a suposição que ele tinha: de que era a gordura a responsável por acrescento da incidência de doenças cardíacas.


Ancel Keys no início dos anos 60 passou a juntar a American Heart Association (AHA) que influenciava fortemente as diretrizes do governo americano. Depois do estudo de Ancel Keys, foram conduzidos outros dois estudos muito completos por muitos anos acompanhando a dieta de mais de sessenta e um 1000 pessoas. Nele foi analisada a teoria da perda da mortalidade ao se transformar os fatores de traço, tais como uma dieta miserável em gordura.


O grupo de estudo foi dividido em 2: um controle e outro que cessou com o tabagismo, tratou a pressão alta e manteve uma alimentação com pouca gordura saturada. WHI: Women’s Health Initiative, Iniciativa da Saúde da Mulher, foi um estudo somente com mulheres (48.835 delas) para pesquisar os efeitos de uma dieta baixa em gorduras com relação à situação de câncer de mama e problemas cardiovasculares. Ele durou em torno de oito anos. Em nenhum desses estudos foi possível certificar que uma dieta com baixa gordura previne doenças cardíacas ou que o consumo de gordura saturada é nocivo ao coração.


Bem pelo contrário, o consumo de gordura saturada aumenta as Lipoproteínas de Alta Densidade (HDL), que são chamadas de agradável colesterol. Cadastre-se para receber GRÁTIS um ebook com Dicas e Receitas para um Café da Manhã Low Carb que emagrece e alimenta! Muito obrigada por se cadastrar! É considerável resolver neste local que o colesterol é uma taxa, não uma doença. Portanto, não há sentido em se cuidar a taxa do colesterol em si, mas sim os fatores de risco que levam uma pessoa a ter doenças cardíacas.



A toda a hora será mais fácil tentar descobrir um efeito pra uma razão, entretanto o defeito é que há muitas novas variáveis interligadas ao traço de uma doença cardíaca que não se resumem numa taxa de colesterol. A análise completa do perfil lipídico podes cooperar na prevenção de um problema cardíaco, mas em conjunto com algumas sugestões que indiquem o traço. Ah, e imediatamente há estudos comprovando que não há associação entre o consumo de gordura saturada e doenças cardiovasculares, viu? Analisar fatores de risco que levem uma pessoa à um dificuldade cardíaco é de extrema relevância, e um desses variados fatores é a obesidade. E pra tratar este fator de traço, nada mais efetivo que cortar pães, massas, bolos e alimentos extremamente processados e ricos em amido e açúcares.


Focando em uma alimentação de verdade, rica em gorduras naturais (azeite de oliva, manteiga, óleo de coco e afins), moderada em proteínas e baixa em carboidratos, rompendo com o tempo permanente de fome. Sem demora sim, podemos responder às dúvidas! Tenho colesterol grande, posso fazer essa dieta? Para que pessoas tem números considerados ruins, principlamente de triglicérides, que são causados pelo consumo exagerado de carboidratos e não de gorduras, os números necessitam aprimorar, pela maioria dos casos.


Essa dieta libera o consumo de gordura saturada, não vai aumentar meu colesterol? Uma minoria das pessoas experimenta acrescento das taxas em desculpa da ingestão de gordura saturada. Isso não significa que a pessoa não possa eliminar o consumo de carboidratos. Para esses casos o perfeito é continuar o low carb priorizando gorduras monoinsaturadas como a do azeite, do abacate e das nozes.


Para ficar de consciência limpa sobre o colesterol, faça um check-up. Se o consequência estiver dentro da normalidade, coma comida de verdade sem pavor de ser feliz! Nenhuma situação de saúde justifica uma dieta rica em açúcar e farinha. Cortando esses dois itens só você prontamente terá privilégios muito importantes. Como eu neste instante expliquei antes, o LDL alto não é um ótimo marcador para doença cardíaca e setenta e cinco por cento das pessoas que realmente tem doença cardíaca não tem o LDL grande.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *